Como lidar com amigos e familiares difíceis?

Manos

Este tema é pertinente, porque muitas pessoas que me abordam, têm este receio.

Lidar com uma mudança de entes queridos nem sempre é fácil e requer maturidade e respeito.

Da minha experiência de 14 anos neste regime alimentar, recomendo que não se justifique. Não fale de tudo logo no início da sua mudança. Diga que está a fazer uma experiência para ver como se sente, e assim terá com certeza menos comentários.

Não deixe que o seu entusiasmo o traia. Lembro-me de nos primeiros meses andar tão feliz, que isso irritava até os amigos mais próximos. Ser discreto é sempre a melhor atitude.

Quando quiser partilhar essa felicidade, faça-o com quem também já está nesse registo e recetivo. Vai ver que corre bem melhor.

Não é que os seus amigos e familiares não queiram a sua felicidade, mas é como ir a um concerto com uma pessoa que não aprecia aquela música.

Acredite, vai poupar muita frustração!

Algo que eu também considero muito importante é não tentar converter aqueles que lhe estão mais próximos. Vai entrar numa “guerra” desnecessária e que pode trazer momentos desagradáveis.

Fruta bio

Há três assuntos que normalmente geram muita controvérsia, entre eles, alimentação, religião, política e futebol.

Em todos estes temas vamos encontrar argumentos válidos dum lado e do outro. Por mais que para si, esta seja a verdade e o mais lógico, vai ser confrontado com argumentos muito válidos e fortes no sentido contrário.

Pode argumentar, questões ambientais, de saúde, ética etc. Tudo isso pode ser rebatido em segundos. E o que é que ganhou com isso? Nada.

O que normalmente costumo fazer quando tenho de partilhar uma refeição é pedir discretamente algo para mim. Se alguém notar e fizer uma graça menos apropriada, não tome isso como pessoal.

Tente brincar, use o humor e coloque-se sempre no lugar do outro. Tenha paciência e nunca se julgue superior aos outros, porque não come carnes.

Lembre-se que há muita desinformação sobre o tema (alguma propositada) que confunde as pessoas.

Sirva de exemplo e cozinhe para os seus amigos e familiares. Leve-os a conhecer novos locais e ajude-os a sentirem-se confortáveis.

Se for convidado para um almoço ou jantar familiar, proponha-se a levar a sua melhor receita. Partilhe com os outros. Vai ver que no futuro, todos se vão esmerar para lhe fazer uma comida bem especial.

Hair

Preserve os seus amigos e familiares e nunca deixe que esta mudança interfira nos seus laços afetivos. É nestes momentos que testamos o nosso nível de tolerância e de respeito pela diferença!

De nada serve refinar a nossa alimentação, se não refinamos o nosso comportamento!

3 Comentários
  1. Bela reflexão, com a qual estou inteiramente de acordo.
    Já agora, os meus parabéns, renovados, com o trabalho que vens desenvolvendo.
    Vou partilhar este teu artigo e “gabar-me” de seres minha prima.
    Beijinhos para todos e um especial para ti.
    Segue o teu sonho e sê feliz.

  2. Um comentário muito sábio, é necessário ser-se uma pessoa confiante e madura para o conseguir por em prática. Gosto muito do blog. Parabéns

    Tenho um restaurante de comida tradicional e para mim é excelente perceber que tenho várias alternativas para vegetarianos sem alterar o menu. Obrigado

Deixar um comentário

O seu endereço de email nunca será partilhado com terceiros.

Vocês pode usar estes tags e atributos em HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Olá

Chamo-me Maria e vivo no Porto, em Portugal.
Este blog é dedicado ao meu estilo de vida e a tudo aquilo que me inspira!
Tornar-me vegetariana em Janeiro de 2002, mudou muito a minha vida e ainda hoje é um aprendizado constante!

Segue-me no instagram!.